Ignez Ferraz, arquitetura & design  
Loading
     
PERFIL
CONTATO
NA MÍDIA
ARTIGOS
DICAS
 
Portfólio
DESIGN - MÓVEIS
ARQUITETURA
INTERIORES
MOSTRAS
MÓVEIS
Apoio
arquitetura & construção
design & internet
 
 home » dicas » berlim, tóquio, londres, pequim – entrelaces
Berlim, Tóquio, Londres, Pequim – entrelaces
Por Ignez Ferraz
Architecture, Arts, Fashion, Design


Este curso foi idealizado com dois objetivos:
- Desvendar as inter-relações entre os diversos movimentos artísticos – arquitetura, artes visuais, design de interiores, luminotécnica, paisagismo e moda - nas principais capitais em ebulição desenvolvimentista da atualidade, tendo como ponto de partida um arquiteto-símbolo e seu projeto-ícone.
- Inserir estas novas tendências globalizadas dentro da nossa realidade espacial sócio-econômica, através de exemplos concretos e idéias originais.


1º MÓDULO
Berlim e Tóquio
- a força da reconstrução das duas cidades, anteriormente destruídas pela Guerra.


BERLIM DAS EMOÇÕES
Para conceber a arquitetura de uma cidade em ruínas depois da queda do muro em 1989, projetos excepcionais de todas as partes do mundo transformaram a capital da Alemanha Oriental na cidade-símbolo da Arquitetura contemporânea.


Personalidade: Daniel Libeskind
Projeto-ícone: Museu Judaico
Entrelace: Arquitetura x Arte
Temas abordados:


-Peles de vidro como preservação arquitetônica



Fachada dos fundos da embaixada da França – Christian de Portzamparc.


-Iluminação dramática na Arquitetura de Interiores


-Artistas-luminotécnicos (Dan Flavin e James Turrell)


-Modenismo gótico


-Utilização de vidros nos Interiores e Design de mobiliário



MDF com pintura branca e vidros incolores 8 mm foram os materiais escolhidos para não onerar o móvel, proporcionando porém, o requinte necessário.


TÓQUIO SIMBOLISTA
Antiga vila de pescadores com o nome de Edo, Tóquio foi elevada à capital em 1868. Arrasada pelo grande terremoto de Kanto em 1923 e posteriormente pela Segunda Guerra Mundial, esta cidade é hoje a capital do reino da Moda, onde se encontram as melhores lojas de roupas, que seduzem pelo seu estilo e design.


Personalidade: Tadao Ando
Projeto-ícone: Omotesando Hills
Entrelaces: Moda x Arquitetura
Temas abordados:


-Pedra, água e luz como elementos simbólicos do minimalismo (Interiores x Paisagismo)



O Hotel–Museu Benesse House, em Naoshima, possui a metade da sua área construída abaixo do nível do solo, mas sem perder luz, espaço e amplitude. Como? Foi projetado pelo maravilhoso arquiteto Tadao Ando, expoente da arquitetura introspectiva e calma japonesa.
Nota: A forma circular da piscina é idolatrada por eles, a começar pela bandeira do país.



-Conceito NU-LUX na Arquitetura da Moda


-A não-cor


-O uso da madeira como material aglutinador dos ambientes


-Na contramão, a influência dos art toys na street wear e na decoração grafitada


-Adaptação dos ITs nipônicos e filosofia oriental numa brasilidade zen



Para quem curte histórias orientais, aproveite estas dicas (que mesclam o antigo e o novo), incorporando nos seus ambientes um pouco destes ITs nipônicos.



2º MÓDULO
Londres e Pequim
– duas cidades que se preparam para as Olimpíadas.


LONDRES ORGÂNICA
O crescimento econômico favorece os anos 60 e os filhos do “baby-boom” são os novos heróis anônimos, que sob o impulso das correntes musicais como a Beatlemania, instauram um ritual: a viagem a LONDRES, sinônimo de liberdade e início do período hippie.
A cidade vive hoje uma ebulição arquitetônica e mereceu ganhar o direito de sediar as OLIMPÍADAS em 2012.


Personalidades: Norman Foster
Projeto-ícone: British Museum
Entrelaces: Design x Moda
Temas abordados:


-Moda e design na década de 60



A butique Elie (posteriormente batizada Dorothée Bis) foi criada em 1962 por Elie Jacobsen, para as originais criações de moda jovem da sua esposa Jacqueline. Essas roupas “dissonantes” em cores e estampas fazem sucesso durante dez anos, combinando comércio com estilo. Apresentada pela primeira vez na Feira de Colônia em 1966, esta cadeira empilhável do alemão Helmut Bätzner foi o primeiro modelo de plástico produzido em série por sistema de prensagem.


-Releituras e customização


-Cartela cromática e estampas de Tricia Guild


-Revival das formas orgânicas como Ross Lovegrove


-Novíssima arquitetura londrina


-Em busca da luz natural, através da integração interior x exterior



A primeira providência nesta reforma foi substituir a janela na parede lateral por uma grande bay window com vista para a Baía, criando um recanto para leitura.


PEQUIM OCIDENTAL
A tradição em Pequim, como a Cidade Proibida ou a Grande Muralha ainda é sua principal atração turística. Talvez seja mesmo difícil a ruptura com um passado de opressão para o povo chinês, que vem se tornando, a partir da década de 80, uma das grandes potências propulsoras mundiais. Para os JOGOS OLÍMPICOS 2008, a cidade investiu enormes recursos em projetos concebidos por escritórios internacionais.


Personalidade: Shigeru Ban
Projeto-ícone: Commune by the Great Wall
Entrelaces: Arte x Arquitetura
Temas abordados:


-A capacidade de ocidentalizar sua Arquitetura (oriente x ocidente)



Formas simples e orgânicas são concebidas por escritórios internacionais como o Grande Teatro de Paul Andreu.


-A preservação de sua identidade através da Arte hiper-realista (tradição x modernidade)


-O forte simbolismo das cores


-Flower design


-Paper cutout nas artes e no design do holandês Tord Boontje


-Novos usos para o bambu



Neste banheiro de uma casa, os basculantes existentes foram substituídos por um blindex vertical, com vista para plantas cercadas por um muro natural.
 
Leia Também
 
 
Ignez Ferraz Perfil | Contato | Na mídia | Artigos | Dicas | Arquitetura | Interiores | Design-Móveis | Mostras.
  © 2003 Ignez Ferraz. Direitos reservados. Website by Felipe Memória