Ignez Ferraz, arquitetura & design  
Loading
     
PERFIL
CONTATO
NA MÍDIA
ARTIGOS
DICAS
 
Portfólio
DESIGN - MÓVEIS
ARQUITETURA
INTERIORES
MOSTRAS
MÓVEIS
Apoio
arquitetura & construção
design & internet
 
 home » dicas » entrevista - pisando no quarto do bebê
ENTREVISTA - Pisando no quarto do bebê
Por Ignez Ferraz
Walking softly into babies rooms


A revista DECORA BABY me entrevistou sobre o novo modismo de pisos de madeira para quartos de bebês:



Maple Natural – 6mm de espessura BASIC


O ambiente deve ser claro, arejado e lúdico; os móveis leves e evolutivos, e o piso, prático e lavável. O bebê não deve se machucar ao engatinhar nem quando tentar andar.


Opções como pisos vinílicos cumprem esta função. Podem ser colocados de maneira divertida, formando jogos no centro do ambiente.

No resinfloor, é possível desenhar qualquer imagem, o que estimula o desenvolvimento do bebê, pois brincar é, sobretudo, superar os limites das interrogações.


Quanto aos pisos de madeira, incluiria apenas os laminados.
No caso, minha preferência recai sobre os alemães, especialmente o KRONOTEX (ALÔ Mili!).


Este piso apresenta um perfil ecológico: é composto basicamente de madeira e cola naturais; todos seus componentes são manufaturados sem adição de pesticidas, cloro ou metais, podendo ser reciclados; sua superfície “fechada” impede a proliferação de micro organismos e a facilidade de limpeza evita problemas alérgicos.


Além disso, possui incrível durabilidade e facilidade de colocação com o sistema “click2click” de encaixe, sem adesivos, podendo ser facilmente retirado e reinstalado em outro cômodo.


As réguas são fornecidas com comprimento de 138 cm e largura de 19,3 cm, podendo aparentar ser larga ou subdividida em “tacos” entre 6 cm e 10 cm de largura. Dependendo da linha (BASIC, SMART ou DYNAMIC) sua espessura varia de 6 e 8 mm. Como o nome mesmo diz, a linha BASIC é a mais barata.


Para quartos de criança, dê preferência às cores claras – são mais alegres e luminosas e a criança crescerá num ambiente mais descontraído.


Exemplos de texturas abaixo:



Maple mountain – 7 mm de espessura SMART



White Beech – 8 mm de espessura DYNAMIC


Já para quem curte uma cor, e acha, inclusive, que ficaria menos sujo, recomendo o que nos remete à pátina azulada, sem recobrir os veios da madeira:



Alder Blue – 8mm DYNAMIC


E para quem prefere proporcionar um ar de “contos de fadas”, olha só que graça os da DESIGN COLLECTION:



Pink & Blue Bambino – 8 mm DESIGN COLLECTION


Fofinho, não? Se vocês se interessam por outros temas de revestimento, acessem Pisos frios e Forros quentes.
 
Leia Também
 
 
Ignez Ferraz Perfil | Contato | Na mídia | Artigos | Dicas | Arquitetura | Interiores | Design-Móveis | Mostras.
  © 2003 Ignez Ferraz. Direitos reservados. Website by Felipe Memória